artista inconfessável

João Cabral de Melo Neto, em entrevista a Bebeto Abrantes em 1999, recém-publicada na revista Sibila:

- Para você, João, escrever era uma coisa fácil ou uma coisa que exigia…
- Dificílima, foi sempre uma coisa muito difícil, sabe?
- Mas talvez por uma autoexigência elevadíssima, não é? Por que você acreditava que era difícil, você sentia como difícil?
- Porque eu não queria fazer essa poesia que todo mundo faz, compreende?
- Se era tão difícil, por que você escrevia?
- Ah, por uma necessidade interior.
- Necessidade da alma?
- Necessidade que a pessoa tem de ter um hobby.

 

1 comentário

Deixe um Comentário

Campos requeridos possuem um *.