dia dos pais

Frederico Barbosa, em Certa Biblioteca Pessoal:

Cada nova leitura ilumina
cada leitura anterior.
Se faz sentido, joga para trás,
se faz sentir, caminho de volta
a outra que já foi.

Cada nova leitura abre um caminho
vago ao passado. Pede o fluxo
a outra atrás, dificulta
a que viria depois,
demanda mais da que ficou.

Cada nova leitura modifica
toda anterior, impossibilita
seguir em paz enquanto se processa
de todas as outras
a releitura anterior.

Cada nova leitura
é toda a leitura
que se renovando
altera na outra
o que se acumulou

Deixe um Comentário

Campos requeridos possuem um *.